live education

coisas de professor – educação e entretenimento

ADD – alguns exemplos do desnorte nas escolas e na educação

Posted by J L em Julho 20, 2009

 

via MUP – Movimento Mobilização e Unidade dos Professores by ILÍDIO TRINDADE on 7/20/09

É impossível esconder o desnorte que grassa pelas escolas, em termos de avaliação de professores. Naturalmente, essa desgraça é resultado do desnorte do Ministério da Educação, da ministra, dos secretários de Estado, do primeiro-ministro.

 

Ao colocar todo o poder discricionário nos directores, já se sabia no que isto ia dar. Tal como nós, foram várias as vozes que alertaram atempadamente para os resultados do “Simplex”.

 

Tudo começou com a definição do calendário para a entrega dos OI, cujos prazos, de escola para escola, pareciam ser um toque a finados de ano inteiro. Depois, os presidentes dos CE/directores de umas escolas definiram objectivos para toda a gente; noutras, só o fizeram para quem não entregou os OI; noutras ainda, nada definiram.

Agora, no momento da entrega da FAA, as ilegalidades, injustiças, arbitrariedades, penalizações… Enfim, o desnorte continua.

 

O caso da Escola Secundária de Odivelas já é público; no Agrupamento Vertical de Escolas de Canedo, o director resolveu chamar, recentemente, todos os professores ao seu gabinete para explicarem as evidências daquilo que referiram na FAA; na Escola Secundária Ferreira de Castro, em Oliveira de Azeméis, foi permitida a entrega dos objectivos individuais até 15 de Julho, ou seja, ao prazo limite da entrega da auto-avaliação; no Agrupamento de Escolas de S. Teotónio, aos professores que não entregaram os OI foi dada a informação de que não seriam avaliados; numa escola dos arredores de Lisboa, a entrega da FAA é só em Setembro e os professores que não entregaram os OI nem sabem qual vai ser a atitude de quem dirige…

 

E os casos não acabaram nem vão, certamente, acabar aqui.

Um dos grandes objectivos da ministra da educação está a ser, de facto, conseguido: causar mal-estar e lançar a confusão nas escolas públicas, a troco de uma teimosia doente e, claro, da poupança de uns euros que ajudem a tapar os buracos das contas públicas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: