live education

coisas de professor – educação e entretenimento

a avaliação do desempenho dos professores deve ser suspensa – vota já

Posted by J L em Março 1, 2008

O Público, na sua página – http://www.publico.pt– está a promover

um inquérito onde se questiona se o actual processo de avaliação de

professores deve ser suspenso durante este ano lectivo.

Vota e reencaminha esta mensagem.

5 Respostas to “a avaliação do desempenho dos professores deve ser suspensa – vota já”

  1. Os professores não devem ser avaliados este ano lectivo uma vez que não há condições para tal.

  2. Os professores não devem ser avaliados nestesa moldes.

  3. Sofia said

    Avaliação: “…apreciação da competência ou o progresso de um aluno ou de um profissional” Dicionário da Porto Editora
    .
    «Avaliar é julgar mas também é legitimar», Figari

    Quando a avaliação é bem concebida e bem realizada torna-se um momento fundamental de conhecimento e desenvolvimento profissional.
    Concordo com Anne O’Gara, presidente do Marino Institute of Education, quando diz que a avaliação “encoraja e ajuda os professores na sua carreira.”
    No entanto, Figari reconhece que a avaliação gera necessariamente mal-entendidos e riscos: «Avaliação não é compreendida nem aceite porque ninguém quer ser julgado. É vista como algo desmoralizador e ineficaz, pode criar climas de conflitos entre avaliadores e avaliados; influenciar o clima das escolas e criar sentimentos de injustiça», alerta.

    Javier Murillo, coordenador-geral do Laboratório Latino-Americano de Avaliação da Qualidade da Educação da UNESCO, considera “a avaliação dos professores como um elemento imprescindível” para melhorar a qualidade de ensino. Contudo, ter-se-á que criar um sistema de avaliação consensual entre professores e administradores, de qualidade, útil, credível, transparente, equitativo e tecnicamente irrepreensível”, aceite por todos os docentes e por toda a comunidade educativa.
    Paralelamente ao principal objectivo da educação, “melhorar a qualidade do ensino”, a avaliação surge, também, como uma forma de prestar contas à sociedade e como uma forma de controlo pelas administrações.
    Se for “bem feita” poderá optimizar o trabalho dos docentes a vários níveis.

    Todos sabemos que não há um modelo de avaliação ideal!!!

    “Cada país deve criar o seu próprio modelo em função das características do seu sistema educativo, dos seus professores e das prioridades políticas.”

    Não receio a avaliação!
    Penso sim que o modelo actualmente proposto não é o que apresenta maior qualidade, utilidade, credibilidade, transparência, equidade e técnica, na medida em que assenta numa avaliação interna, carregada de subjectividade, por mais variados que sejam os instrumentos e estratégias utilizadas pelos professores avaliadores. Uma avaliação externa, sem dúvida que introduziria elementos de objectividade e contribuiria para uma melhor avaliação.
    Os dois tipos de avaliação são importantes e complementam-se!

    Depois, “não se pode avaliar um professor sem ter em conta o contexto em que se desenvolve o seu trabalho. O desempenho de um docente não será o mesmo numa escola desorganizada, com uma grande quantidade de problemas, ou numa escola sem dificuldades, com bom clima e trabalho de equipa entre os professores.”

    E os avaliadores?!?
    Terão os nossos avaliadores um bom conhecimento do trabalho dos professores nas aulas?
    Conhecerão a panorâmica do sistema educativo no seu conjunto?
    Terão conhecimentos e experiência em avaliação: aplicação de instrumentos, elaboração de relatórios informativos,…?

    O modelo de avaliação deve ser trabalhado para criar uma cultura de avaliação, através de um modelo mais profissional e menos burocrático onde o docente perceba que a avaliação existe para o ajudar no seu trabalho.

    É necessário desenvolver um trabalho conjunto para se criar confiança na avaliação e nos benefícios que dela advém!
    É preciso negociar com todos as partes envolvidas para alcançar o modelo de avaliação de professores que Portugal necessita.

  4. juliosilva said

    ESTE ANO LECTIVO NÃO HÁ CONDIÇÕES PARA SE REALIZAR A AVALIAÇÃO E É PRECISO REPENSAR O MODO COMO ESTA SE IA EFECTUAR TANTO PELOS AVALIADOS COMO PELOS AVALIADORES.

  5. lili said

    Não pode haver avaliação do modo como está prevista. É injusta e desonesta.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: